Categoria:

Regra dos terços na fotografia: o que é e como fazer

<i class="fab fa-whatsapp" aria-hidden="true"></i> Share on whatsapp
<i class="fab fa-telegram" aria-hidden="true"></i> Share on telegram
<i class="fab fa-facebook" aria-hidden="true"></i> Share on facebook
<i class="fab fa-twitter" aria-hidden="true"></i> Share on twitter

Descomplicando a composição: use a regra dos terços na fotografia de pessoas, paisagens, eventos e não erre mais!

Se você quer aprender definitivamente como usar a regra dos terços na fotografia para deixá-las mais surpreendentes, esse conteúdo é para você!

Existem várias técnicas de composição e uma das mais comuns é a regra dos terços. Você já deve ter ouvido falar, né?
Essa regra  nada mais é do que dividir a fotografia em três terços na horizontal e três na vertical, isso resulta em um gride com nove retângulos na sua tela. É dentro deste gride que a gente pode brincar e criar composições.

Antes de qualquer coisa, preciso deixar bem claro que a Regra dos Terços é uma regra diferente da Regra dos pontos de convergência (também chamada de Regra dos Pontos de Ouro). Eu falei sobre isso no Instagram dia desses, confere aqui: Regra dos Terços X Regra dos Pontos de Ouro.

Acontece uma confusão frequente entre essas duas regras e saber como distingui-las é essencial para que você faça uma composição surpreendente, a ponto dos clientes realmente desejarem as suas fotografias. Mas, antes de continuar, preciso que você saiba que:

As linhas verticais e horizontais formam os três terços da regra. Já os quatro pontos de convergência dessas linhas são os chamados pontos de ouro. Essa é a diferença das regras.

As duas técnicas ajudam muito na composição da sua foto, porque guiam o olhar e chamam a atenção para o assunto da imagem, como nesse exemplo abaixo:

Por que usar a Regra dos terços na fotografia?

A técnica dos terços é bem antiga, mais velha que a própria fotografia. 

Pintores das antigas começaram a estudar de que forma as telas ficavam mais interessantes aos olhos do observador. Eles estudaram perspectiva, enquadramento, uma infinidade de técnicas para deixarem as pinturas cada vez mais perfeitas… 

E uma das conclusões que eles chegaram foi que a Regra dos Terços tornava as telas de pintura, que no nosso caso é a foto, mais harmônicas, objetivas e interessantes para serem admiradas pelas pessoas.  

Agora, você pode estar pensando:
“Ah, então quer dizer que a regra old school é ideal para as minhas fotos?”

Toda a regra tem sua exceção, mas conhecê-las e principalmente saber como usá-las, vai te colocar um nível acima da maioria dos fotógrafos da atualidade.

Saiba da técnica regra dos terços antes de clicar

Agora vou te dar o pulo do gato que eu queria ter ouvido quando comecei na fotografia, mas ninguém me deu. E como eu sou gente boa pra caramba, vou te contar sem enrolação =]

Normalmente, na regra dos terços o enquadramento da foto fica nos quadros da extremidade do gride. Isso cria uma composição mais interessante e dinâmica, principalmente se a gente comparar com o enquadramento “tradicional” – que é quando o assunto está centralizado.

Parece complicado, mas eu vou te ajudar a dominar a regra dos terços na sua fotografia.

Pra isso, você precisa levar em consideração: 
1. As linhas verticais e horizontais foram traçadas para dividir a imagem.
2. As linhas também vão formar nove retângulos.
3. Os terços são a combinação de três desses retângulos, na vertical e na horizontal.

Eita! Agora que a teoria tá explicada, bora pra prática, né?

Na prática! Como utilizar a regra dos terços na fotografia

As linhas formam esses nove retângulos que já falei lá em cima. Teoricamente, o assunto da sua foto deve ficar nestes terços, geralmente usando as extremidades. 

Olha só como fica a foto, por exemplo:

Mas o segredo é que cada foto tem suas características próprias e nem sempre é fácil definir o que vai nesses terços. 

A minha dica de ouro é que, antes de tirar a foto, você defina o que deve estar em evidência e faça a composição de acordo com isto.
Por exemplo: a fotografia é do momento de parabéns, em uma aniversário infantil. É muito provável que em alguma foto você dê evidência para o aniversariante.

O massa é que a tecnologia também ajuda: as câmeras fotográficas e celulares de hoje em dia já vêm com essas linhas no visor para facilitar o clique.
Normalmente você pode ativá-la no menu da câmera (ativar grade ou grid) mas ainda assim acontece (e muito) que os fotógrafos não observam esses detalhes precisamente e alguns nem ativam o gride em suas câmeras.

A boa notícia é que aplicativos como o Lightroom ou o Photoshop também têm essa função, com o gride pré-definido! \o/
Veja aqui um vídeo onde eu explico como ativar isso no seu Lightroom

Fotografando horizontes com a regra dos terços

Para fotografar paisagens ou horizontes é mais comum usar as regras dos terços do que os pontos de ouro. Isso equilibra a composição e alinha o horizonte.
Por exemplo, quando o céu for mais impactante, chamativo, priorize o céu. E dedique dois terços do seu gride pra ele e o outro terço pro restante da foto. 

Aqui vai um exemplo que fica mais fácil para entender:

Casal posando para foto posicionados na regra dos terços, fotografia Robison Kunz

Observe que nessa foto eu usei a regra dos terços para dividir as texturas da imagem.
Em fotos de paisagem outro fator importante é manter a linha do horizonte reta. Se ela estiver torta pode causar a sensação de queda ou desarmonia nos elementos que compõe a imagem.

Fotografando pessoas com a regra dos terços 

Casal posando para foto em frente ao mar posicionados na regra dos terços, fotografia Robison Kunz

Para fotografar pessoas na regra dos terços, você pode utilizar ela como no exemplo acima. Ou seja, posicionando as pessoas em um dos terços, nesse caso, no terço lateral direito e deixe os outros dois terços como respiro para a composição.

Também repare na imagem como a linha vertical do terço da direita marca a silhueta da mulher dando a sensação de movimento.

Se você for fazer um retrato, uma dica valiosa é manter os olhos ou a boca das pessoas nos pontos de intersecção da regra dos pontos de ouro, isso deixará a sua composição bem mais harmoniosa, como por exemplo na foto abaixo:

Casal posando para foto posicionados na regra dos terços, fotografia Robison Kunz

E, para fotografar pessoas, você vai precisar se aprofundar em direção de pessoas na fotografia.
Aprenda mais sobre direção de pessoas.

Quando não usar a regra dos terços na fotografia

O problema da regra dos terços e dos pontos de ouro é que elas não mudam, mesmo quando o ambiente ou objetos na foto mudam. 
Por exemplo: em algumas imagens podem comprometer a composição e excluir elementos importantes para aderir à regra de terços. 

De certa maneira, as técnicas podem “limitar” a criatividade do fotógrafo se forem utilizadas sem atenção no que de fato você quer transmitir, saca? 
A regra dos terços ajuda os fotógrafos a descentralizar as suas fotos, para que eles deixem de colocar tudo sempre no meio, achando que é a única solução de uma fotografia bem feita.

Maaaas, nenhuma regra é inquebrável!
O ideal é que você não “se engesse” na fotografia e vá testando técnicas e aprendendo com os erros.  

Por falar em testar… Diariamente eu compartilho gratuitamente conteúdos maneiros no meu Canal do Telegram pra você experimentar e aprimorar as suas fotos.

Entre no meu Canal agora clicando aqui.

Já são quase 30 mil fotógrafos que me acompanham por lá, um conteúdo que vai te ajudar a tornar sua fotografia desejada pelos clientes e eu te espero lá também!

Robison Kunz
Fotógrafo e Mentor
Site | Instagram | Youtube

Robison Kunz

Robison Kunz

Especialista em fotografar pessoas, Robison Kunz é conhecido pelo seu trabalho inovador em fotografar casamentos e ensaios. Através de uma linguagem simples, porém ousada. Em pouco tempo de profissão incorporou um estilo próprio e hoje quem aprecia suas fotografias, logo identifica o autor. Tem como principal característica os momentos decisivos para contar histórias de casamento e a direção de pessoas para criar fotografias espontâneas nos ensaios fotográficos.

Conheça o meu Curso Online

Um passo a passo para tornar a sua fotografia desejada pelos clientes a ponto de dobrar o seu faturamento.
Posts Relacionados